• Subprocuradoria-Geral para Assuntos Administrativos

Comissão de Gestão Socioambiental

Comissão de Gestão Socioambiental

A Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) é um programa do Ministério do Meio Ambiente com o objetivo de inaugurar diferenciado paradigma na estrutura da Administração Pública, integrando os princípios da responsabilidade socioambiental em todas as atividades exercidas pelas instituições públicas recepcionadas, de modo a fundar um modelo de gestão pública sustentável ambiental e socialmente.

A Administração Pública tem um importante papel no fomento do desenvolvimento sustentável, tanto por ser grande consumidora e usuária de recursos naturais, quanto pela especial missão atribuída ao Estado brasileiro de garantir o desenvolvimento nacional, conforme a Constituição Federal de 1988 (Art. 3º, II), motivo pelo qual a A3P se reveste de grande relevância na gestão pública atual.

O Ministério Público do Estado do Paraná, reafirmando seu compromisso como instituição permanente incumbida da defesa dos interesses sociais, aderiu ao programa em novembro de 2011 e tem revisado comportamentos e práticas internas na busca da redução do impacto social e ambiental, alcançando sustentabilidade. Para isso, é necessária a contribuição de todos os seus integrantes.

Alinhado com os objetivos da A3P, o Ministério Público do Estado do Paraná iniciou as tratativas com o Ministério do Meio Ambiente para a renovação do termo de adesão por mais quatro anos. Para isso, a Comissão de Gestão Socioambiental (CGSA) é responsável pelo desenvolvimento de projetos que atendam aos 6 eixos da A3P, quais sejam: o uso racional dos recursos naturais e bens públicos; a gestão adequada dos resíduos gerados; a qualidade de vida no ambiente de trabalho; sensibilização e capacitação dos servidores; compras públicas sustentáveis e construções sustentáveis. Toda contribuição é bem-vinda!

Atualmente, a Comissão de Gestão Socioambiental é composta pela Procuradora de Justiça Carla Moretto Maccarini, pelos Promotores de Justiça Galatéia Fridlund e Alexandre Gaio, e pelos servidores Henrique Terniowicz, Aglae Leitolesg, Eduardo Rafael Coutinho dos Santos, Lucyene Cristina Sodre F. Trindade, Michelle Andrea Bini Salsa, Matheus Fernandes Pimentel, Thiago Felipe Demio Manzi, Leandro Alves Dos Santos e Régis Sant'Ana Júnior, conforme Portaria nº 911/2017, por um período de 5 anos.

Mais que uma Comissão disposta a desenvolver projetos e iniciativas visando um futuro sustentável, a CGSA pretende enfatizar a questão ambiental na cultura organizacional dos integrantes deste Ministério Público, razão pela qual todos estão à disposição para ouvir suas sugestões, orientações e reclamações.

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem